Dica Nostra Casa: 7 detalhes que você não pode deixar de avaliar na Vistoria de Imóveis.

 

Comprar ou alugar um imóvel é uma grande realização pessoal. Normalmente, trata-se de um dos maiores passos da vida adulta de uma pessoa. Por isso, é compreensível sentir uma grande empolgação ao realizar o negócio.

No entanto, essa euforia pode fazer com que você deixe de notar aspectos relevantes durante a vistoria de imóveis. Para evitar problemas nessa etapa tão importante, este artigo lhe dará algumas dicas essenciais. Vamos lá?

1. Faça um checklist

Converse com sua família e amigos para verificar o que deve ser analisado durante a vistoria de imóveis que serão visitados. Fique atento aos detalhes que chamarem sua atenção durante conversas com corretor e proprietário. Feito isso, anote tudo para evitar deixar algo passar em branco.

2. Programe-se para a vistoria

Encarar a vistoria de imóveis como uma simples formalidade é um erro grave. Trata-se de uma ótima oportunidade de avaliar o imóvel que será alugado, no caso de locação, por exemplo. Lembre-se que um contrato será assinado e que ele possui multas para a parte que não cumprir suas obrigações, por isso, a vistoria é, antes de mais nada, uma oportunidade de reavaliar o investimento. Evite agendar outros compromissos para horários próximos ao da vistoria, desse modo, você não se sentirá pressionado a fazê-la com pressa.

3. Verifique as instalações elétricas

Umas das causas mais comuns de incêndios domésticos são as falhas na rede elétrica. Dessa forma, durante a vistoria de imóveis, não deixe de questionar o proprietário sobre as alterações que foram realizadas e por quais motivos. Uma falha elétrica pode danificar seus eletroeletrônicos e, na pior das hipóteses, colocar sua vida em risco.

4. Analise as instalações hidráulicas

Vazamentos significam prejuízo e reforma, afinal, podem danificar paredes e destruir móveis. Casas e apartamentos antigos podem estar usando os encanamentos originais, por isso, também indague o proprietário sobre as manutenções já realizadas nesse aspecto e veja se ele sugere alguma alteração.

5. Dê atenção à pintura

Muitas pessoas querem redecorar o imóvel conforme seu gosto pessoal. Em decorrência disso, ignoram a situação da pintura durante a vistoria de imóveis. Esse é um erro sério. Uma pintura descascada pode ser sinal de infiltração ou umidade, por essa razão elas não devem ser esquecidas. Imagine uma família com criança que tenha problemas respiratórios vivendo em uma casa propensa a bolores? Assim como uma mancha na pele humana pode ser o indicador de uma doença, uma falha na pintura pode indicar um problema mais importante.

6. Avalie pisos, azulejos e revestimentos

O material usado no piso pode valorizar o imóvel e definir itens da decoração, como o mobiliário, por exemplo. Essa razão, por si só, já justificaria sua relevância durante a vistoria de imóveis. Mas ainda tem mais. Modelos de azulejos e revestimentos não são comercializados para sempre. Isso significa que, se a cozinha possui 10 azulejos decorados faltando, isso pode fazer com que toda a cozinha precise receber novos azulejos, por exemplo. Então, avalie esse quesito com bastante atenção.

7. Examine portas e janelas

Portas e janelas antigas podem apresentar uma qualidade de material superior à comercializada hoje em dia. Em alguns casos, vale mais a pena reformá-las do que substituí-las. Se optar por não trocá-las, verifique se todas estão funcionando corretamente. Ademais, se elas apresentarem a presença de cupins — ou outros insetos —, significa que uma dedetização poderá ser necessária.

A vistoria de imóveis é um passo muito relevante que não deve ser encarada como uma simples visita à casa ou ao apartamento. Sua função é obter mais informações sobre o seu investimento, seja ele para alugar ou para comprar.

 

Fonte: Ibagy

One thought

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *